Buscar
  • WP Ranch

Entrevista

Criador conta da sua paixão pelo Paint Horse e programa de incentivo à raça


O WP Ranch tem como garanhão-chefe o animal Winning Pep, o único Super Horse da raça Paint

Por redação Cavalus


A paixão pelo Paint Horse foi o que motivou o criador Bruno Vaz Ribeiro a entrar de cabeça na raça. Proprietário do WP Ranch, ao lado de Jessica Barbon, tem como sua principal estrela o animal Winning Pep, apontado como o único cavalo no mundo a disputar 12 modalidades, em 23 categorias, em um mesmo evento.


“Tudo começou, primeiramente, por uma paixão pela raça Paint Horse. Posteriormente, em 2008, compramos o garanhão Winning Pep e ao longo dos anos passamos a ser campeões em vários campeonatos em diversas modalidades dentro da raça. Dessa forma, a demanda de genética foi colocada em evidência e decidimos focar na criação”, recorda.


Winning Pep – Foto: Divulgação


Inseridos em um mercado bastante peculiar, o objetivo do WP Ranch é mostrar a força do Paint Horse. “Ao criar cavalos dessa raça, queremos mostrar ao mercado que o cavalo Paint não é apenas bonito, como também versátil. Temos o propósito de valorizar o cavalo nacional, assim como a linhagem americana”.


Bruno atesta, sem medo de errar, que acredita na força da raça e por isso investe em melhoramento genético, disputa os campeonatos, sempre presente com seus animais, e alcança altos valores de mercado nos produtos.

O WP Ranch fica na BR 262/KM 697, em Araxá/MG. O início da criação foi em 2008, assim que compraram o Winning Pep, contudo, a fundação do haras com a estrutura que tem hoje aconteceu há um ano.


Winning Pep – Foto: Ringo


Winning Pep e o fomento do Paint Horse


O garanhão-chefe da criação é o Winning Pep. De acordo com os registros e o próprio Bruno, trata-se do maior ganhador Paint Horse de todos os tempos. “Ele é o cavalo mais pontuado em diversas modalidades, o reprodutor numero um, o mais completo do mundo”.

O criador nem imaginava tudo que viria pela frente quando adquiriu o garanhão. Em questão de pouco tempo, o animal mostrou – e provou – em pista que era diferente de todos os outros. Logo se tornou o único cavalo no mundo a disputar 12 modalidades em 23 categorias em um mesmo Campeonato Nacional.



Delta Gun – Foto: Eduardo Custódio

A fim de fomentar a raça e crescer a sua criação, o WP Ranch investiu em matrizes exclusivas das melhores linhagens americanas e nacionais das raças Paint Horse e Quarto de Milha. “Em outras palavras, cruzamentos que resultam os produtos que temos hoje para comércio. As expectativas, sem duvida, são voltadas ao reconhecimento do melhorando genético feito em prol da raça”, reforça Bruno.


Entre as matrizes, Delta Gun, única filha do Playgun da raça Paint; Tap Cat, importada, irmã própria de Dont Look Twice; A Son Gunner Doll, uma das únicas éguas Paint com linhagem Gunner; Kites Little; única filha Paint de Tilly Playboy; Majesty Lee GDF (QM); A Royal Starlight, importada, produtora nos Estados Unidos, uma das únicas filhas de Royal Fletch no Brasil; Makanuda, uma das únicas filhas Paint de Bucks’n More; Ford Shamelesscowgirl, única égua oveira de preto importada e tricampeã mundial, produtora de seis campeões mundiais.


A Son Gunner Doll – Foto: Eduardo Custódio

Expectativa para 2021

O WP Ranch se prepara para realizar o seu primeiro leilão em abril. E a expectativa dos proprietários do haras é a melhor possível. Algo que reflete na esperança de crescimento que eles desejam também para a raça Paint Horse.


“Vamos colocar uma genética exclusiva no mercado. Potros do Winning Pep nessas matrizes que citamos acima. Então, a expectativa é grande, por disponibilizarmos aos que tem paixão pelo Paint Horse, assim como nós, algo inédito”.



Ford Shamelesscowgirl – Foto: Divulgação


Ainda conforme o relato de Bruno, quem adquirir essa genética estará comprando não só o animal em si, mas também todo o trabalho que foi feito com o Winning Pep ao longo dos anos. “Vitórias, genética, beleza e a certeza da performance. Aliás, nosso foco é chegar a uma produção suficiente para fazermos um leilão por ano com os produtos dele”.

Só para exemplificar, Bruno lembra que além dos filhos e filhas provados nas pistas, sua única neta também é destaque, ou seja, resultados passando de geração para geração.

“Estamos em um momento que a raça precisa de pessoas que acreditem nela 100%. Como diz o ditado, ‘quem chega primeiro bebe água limpa’, e é dessa forma que pensamos. Queremos vender, colocar nossa genética no mercado, mas também encontrar pessoas que perpetuem isso, que coloquem os animais em pista, acreditem na raça”, finaliza o criador.


Por Luciana Omena Colaboração: Ana de Oliveira Crédito da foto de chamada: Divulgação/Adilson Silva

103 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo